Nós amamos | As incríveis criações da Lattoog

Nós amamos | As incríveis criações da Lattoog

O design brasileiro nunca esteve em tanta evidência quanto nos últimos anos. Além de profissionais consagrados mundialmente, como o inesquecível Sergio Rodrigues, o mercado internacional começa a voltar seus holofotes para jovens talentos e estúdios. A GP Life Decor, entusiasta dessa nova safra do design, inclui em sua curadoria de produtos uma série de peças assinadas por grandes promessas e nomes já consolidados no mercado, como Leonardo Lattavo e Pedro Moog, criadores por trás da Lattoog. Nossos itens preferidos, eleitos a partir do desenho inovador e da qualidade de execução, são identificados pela etiqueta ‘Nós Amamos’, presente em muitos dos móveis e objetos exibidos no showroom.

Para celebrar essa relação com o design brasileiro, convidamos Leonardo e Pedro para um bate-papo sobre o seu trabalho. Vem conferir e se encantar pelas peças da dupla:

decoracao-LATTOOG-design-gp-life-decor-entrevista-01

Quando vocês perceberam que haviam se apaixonado pelo design?

Lattoog: Temos uma paixão em comum que é a paixão do fazer. Desde que nos conhecemos nos tempos de faculdade conversamos sobre projetos, artes plásticas, viagens, sonhos…. O design conseguiu sintetizar nossas vontades e anseios. O momento em que percebemos que estávamos nesse caminho foi quando fizemos o Knot, uma das primeiras peças da Lattoog, lá em 1999.  Cada projeto que sai do papel é sempre uma nova paixão.

O que vocês mais amam nessa profissão?

Lattoog: Os desafios!

Como funciona o processo de criação a quatro mãos?

Pedro Moog: Todo projeto sai de desenhos e croquis. O Leo é uma pessoa que coloca tudo no papel, desenha muito. Seus cadernos de croquis são a nossa biblioteca. Buscamos também fontes de ideias em tudo o que vemos e vivenciamos, como viagens, exposições, passeios, cidades que visitamos… trazemos nossas influências e experiências pessoais para dentro da Lattoog. Podemos dizer que a nossa criação se assemelha à um livro de consulta sempre aberto de onde vamos escolhendo trechos e páginas, trazendo ideias e as colocando em pauta para discussão. Dessas conversas sempre sai um projeto novo que pode demorar de meses a anos, deixamos acontecer.

O que define a assinatura Lattoog hoje? Sentem que o estilo de vocês foi mudando ao longo do tempo?

Pedro Moog: A vontade desde o início era que o nosso trabalho pudesse conter um pouco da nossa cultura e da nossa “carioquice”. Queríamos os móveis leves, descontraídos, curvilíneos, com diversidade e que também pudessem falar de Brasil. Leo é filho de italianos com espanhóis, e eu sou filho de portugueses com alemães, na verdade somos bem brasileiros. O estilo da Lattoog é na sua essência uma mistura, uma fusão brasileira com toque bem carioca. No começo as influências que apareciam nos móveis se traduziam de forma mais direta nos desenhos e hoje acho que o desenho amadureceu e as influências ficaram mais sutis e com mais personalidade, mas a gente está sempre em transformação.

Qual o maior desafio na criação de uma nova peça?

Lattoog: No início de um projeto a busca da linguagem e do traço certo são momentos de desafio. Encontrar um caminho que se relacione bem com os anseios da criação é um ponto de partida importante.

O arquiteto brasileiro que vocês mais admiram é…

Lattoog: São vários que admiramos, entre eles Sergio Bernardes, Lina Bo Bardi e Paulo Mendes da Rocha.

Vocês têm alguma peça queridinha entre todas as que já desenvolveram?

Lattoog: Todas sempre serão as queridinhas e o coração está sempre na peça que ainda está por vir. Temos sim uma admiração pelo projeto da Poltrona Pantosh, pois é uma peça especial que de certa forma marcou uma mudança na forma de projetar e um momento em que passamos a trabalhar mais com a indústria mesmo. Ela é uma fusão da cadeira Panton, do arquiteto dinamarquês Verner Panton, datada de 1968, com a Poltrona Willow, do arquiteto escocês Charles Rennie Mackintosh, criada entre 1902 e 1904. Esta poltrona faz parte da série Viralata©, que é composta por diversas peças entre móveis, objetos e elementos arquitetônicos que são resultado de um processo ininterrupto de “cruzamentos” entre móveis e objetos existentes que geram terceiras criações.  Em sintonia com o conceito de “antropofagia cultural”, lançado por Oswald de Andrade em 1928 – ou seja, a ideia de devorar a cultura colonizadora e transformá-la em cultura brasileira e revolucionária – a poltrona Pantosh apresenta referências fortes, porém sutis às raízes e à cultura brasileira: miscigenação, sincretismo e “viralatismo”.

O que é que o design brasileiro tem que os outros não tem?

Lattoog: Além da diversidade cultural dentro do nosso país por conta de sua dimensão física, nós temos uma nação com nome de madeira, “Pau-Brasil”. Hoje vemos a madeira como uma característica forte no design brasileiro. Foi usada com maestria por nossos designers modernos nos anos 40 e 50 como: Sergio Rodrigues, Jorge Zalszupin, Joaquim Tenreiro e outros. Outra característica forte é a mistura do industrial com o manufaturado na produção, a maneira como colocamos o artesanal nas peças traz resultados únicos no design brasileiro.

Qual o material preferido de vocês e qual gostariam de usar, mas ainda não usaram?

Lattoog: Não temos uma preferência no uso de materiais, os projetos pedem o seu material específico. Gostamos sempre de experimentar novos recursos e acabamentos. Nossa vontade seria fazer um projeto com um material que ainda não conhecemos.

O que faz vocês se apaixonarem por uma peça de design?

Lattoog: A paixão está no sentimento. Uma peça que transcende os elementos fundamentais do bom design, como a ergonomia, a funcionalidade, o conforto e a beleza, consegue se diferenciar.  A junção deste sentimento com o cumprimento das funções essenciais faz você se apaixonar.

Que tipo de empreitada ou desafio faz o coração de vocês bater mais forte?

Lattoog: Algo que nunca foi feito, caminhos novos que podem nos levar a outros lugares e experiências são um combustível para nós. Um novo projeto com novos desafios sempre será bem-vindo à Lattoog.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s