GP Entrevista: Tetê Andrade

Entre tantos estilos e tendências na decoração, o que realmente define a identidade do trabalho de um arquiteto ou designer? Para descobrir isso e ainda desvendar como cada profissional encara seus projetos, a GP Life Decor criou uma seção especial aqui no blog para entrevistar grandes nomes da área. Confira:

Mais do que simplesmente criar espaços bonitos a arquiteta Tetê Andrade acredita que um bom projeto deve se adequar ao estilo de vida dos moradores e refletir sua história. Entender o que os clientes sentem e idealizam nem sempre é fácil, mas é justamente aí que entra a sensibilidade da profissional de captar os sonhos de cada um e transformá-los em cômodos aconchegantes e sofisticados. Dona de um estilo singular, Tetê procura priorizar a funcionalidade na arquitetura e na decoração, além de fazer com que os proprietários se reconheçam em todos os detalhes de suas casas: “Cada projeto para mim é único e meu objetivo é elaborá-los de forma que os ambientes ganhem alma.”, resume ela.

De olho nas tendências mais atuais do mercado, a arquiteta se identifica em especial com a proposta de misturar móveis e objetos antigos a elementos contemporâneos, como revestimentos neutros ou peças de linhas retas – principalmente quando os itens são heranças de família ou possuem histórias interessantes por trás.  Quando o assunto são cores, Tetê prefere aplicar as tonalidades da temporada em acessórios menores, como almofadas e mantas, pois eles são mais fáceis de trocar. Sua aposta para 2016 são os tons pastel, como um rosa suave ou o azul bebê, que trazem tranquilidade e uma sensação de otimismo.

Acompanhe abaixo outras dicas da profissional para montar uma casa elegante e confira uma seleção de peças da GP Life Decor com curadoria de Tetê Andrade:

decoracao-entrevista-pecas-curadoria-tete-andrade-header

GP: O que o conceito Life Decor significa pra você?

Decoração que retrata o estilo de vida da pessoa.

GP: Onde você busca inspiração e referências para seus projetos?

Depois da primeira reunião com o cliente, procuro entender nas entrelinhas o que o ele realmente sente e o que idealiza, além da preocupação estética. A inspiração acaba vindo por onde passo. Surge do exercício de observar o que está ao redor.

GP: Qual é o material que você mais gosta de usar na decoração e por quê?

A madeira é um material que gosto muito, principalmente nos móveis com desenhos leves. Traz harmonia ao ambiente e dá uma bossa na medida certa.

GP: Tem alguma cor preferida ou alguma cor que evite?

Gosto muito de cinza, mas sempre procuro contrapor com algum ponto vibrante para não criar um ambiente melancólico.

GP: Em sua opinião, qual a importância da iluminação?

A iluminação é o estado de espírito do projeto. É através dela que percebemos se tem alegria, romantismo, festa, trabalho ou até tristeza no ambiente. A iluminação também é a “cereja do bolo”. É o toque final no projeto, o que vai valorizar pontos chaves na decoração, como uma coleção, um quadro, uma escultura e também complementar a função de um ambiente, como o escritório.

GP: E dos acessórios?

Os acessórios completam os ambientes, mas precisam fazer sentido para o cliente. É muito mais bacana quando os objetos são expostos complementando uma história ou tendo uma função.

GP: Que dicas você daria para alguém que gostaria de deixar a casa mais elegante?

Faça de sua casa um lar. Nem tudo o que é bonito pode traduzir sua alma. Invista em itens que tenham significado e façam sentido. Além disso, opte por um estilo. Misturar tudo o que se acha bonito e o que se vê em revistas pode não resultar em um ambiente harmonioso.

GP: O que não pode faltar em uma casa com personalidade?

Arte. Seja qual for e de quem for. Podem ser fotos, pinturas, esculturas e até música.

GP: Para você, qual a diferença entre uma casa e um lar?

Um lar tem vida! Tem a cara de quem mora nele, ou trabalha. Tem coisas fora do lugar, tem alma, aconchego, cheiro de café e bolo. Precisa ser acolhedora. Uma mera casa, para mim, é um espaço nem sempre funcional, que, muitas vezes, só visa beleza.

GP: O que te atrai mais no design de uma peça?

O desenho de linhas sutis, o acabamento e a escolha dos materiais.

decoracao-entrevista-pecas-curadoria-tete-andrade-produtos.jpg

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s